domingo, junho 19, 2011


Micropigmentação


Álbum do Antes/Depois das clientes que atendi.


4

domingo, maio 29, 2011


Como é realizada a Micropigmentação?

Como é realizada a Micropigmentação?

Em primeiro lugar devemos esclarecer algo que confunde algumas pessoas:

 Há diferenças entre o termo “Micropigmentação" e o termo "Maquiagem definitiva" ?

A resposta é não. Aliás, o termo "Maquiagem definitiva" não é totalmente correto. Mesmo uma micropigmentação muito bem feita não vai durar para sempre. Devido ao processo de renovação da pele, ao ataque de agentes externos, como sol, cloro e cremes à base de ácidos, o trabalho tende a clarear.
O tempo vai variar de pessoa para pessoa, das técnicas, dos pigmentos empregados e dos tipos de tratamentos cosméticos que a cliente utiliza, mas é importante lembrar que uma micropigmentação não deve durar muitos anos com a cor original. Deve realmente clarear para que, com o processo de envelhecimento, seja adequada à nova realidade do rosto, com um novo desenho, se necessário. Uma boa micropigmentação deve durar uns 3 anos aproximadamente.

 
A Micropigmentação Dérmica é reversível ?

 
A possibilidade de reversão depende do local e cor em que foi feita. Na maioria dos casos, somente laser e gel altamente ácido.

 
É possível disfarçar ou esconder uma cicatriz com a micropigmentação dérmica?

 
Há um processo de "relaxamento" de cicatrizes ( exceto quelóides) em que se suavisa a mesma. Após este tratamento podem ser usadas outras técnicas para camuflá-las como a micropigmentação ou Tatuagem Decorativa.
O prazo mínimo para corrigir cicatriz de cirurgia plástica é de 6 meses.

 
Há alguma restrição de pessoas para a micropigmentação?

 
Sim. Grávidas, pelo uso do anestésico.

 
É preciso autorização ou acompanhamento médico?

 
Não, por ser um tratamento superficial. A autorização ou acompanhamento médico só é exigida em caso de despigmentação de manchas ou vitiligo não paralizado.

 
A micropigmentação é recomendada para homens?

 
Sim. Aos que têm imperfeições na sobrancelha ou cicatrizes.
Nos homens, é possível mudar a forma dos olhos sem muita evidência?
Sim, pois a evidência depende da cor usada na maquiagem.
 

A micropigmentação dérmica é indolor?
 
A máquina é composta por uma agulha que não causa dor, mas dependendo da sensibilidade do paciente pode ser aplicado um anestésico para impedir o incômodo pelo movimento da agulha.

Em quais partes do corpo pode ser feita a micropigmentação dérmica?

 
Com ela se pode, por exemplo, fazer a reconstituição de mamas, reconstituindo a aréola ou suavizar uma cicatriz, como já foi dito. Porém, o uso mais comum é mesmo na área dos olhos, sobrancelha e boca.

 
A Micropigmentação e a tatuagem são a mesma coisa ? 

 
A resposta também é não. No processo de tatuagem, o pigmento é infiltrado com técnicas mais incisivas e numa camada mais profunda da pele, o que faz com que dure, em muitos casos, a vida toda. No processo da micropigmentação, a infiltração ocorre numa camada mais superior da pele e a duração do trabalho é menor (também pelos motivos já citados acima).

Veja melhor porque a Micropigmentação difere da Tatuagem

 
•    Traumatização dérmica, que é 10 vezes maior na tatuagem.
•    Profundidade da agulha na pele, que é muito maior na tatuagem, com introdução de maior quantidade de pigmentos e cores mais fortes.
•    A delicadeza das linhas, característica própria da micropigmentação.
•    Pigmentos, estéreis de origem, mais claros e com maior densidade que os da tatuagem.

Os cuidados

 
Feita corretamente, observando-se todos os detalhes, técnicas e equipamento, a micropigmentação não oferece riscos a quem opta por seu uso. Talvez você lembre de alguma sobrancelha azulada ou com formato irregular, ou bem de alguma pessoa conhecida e agora se pergunte por que isto acontece ?; bem, a resposta é muito simples. Como em qualquer trabalho estético, a micropigmentação deve ser feita por profissionais bem treinados e experientes, que tenham conhecimento sobre tipos de pele, calorimetria, técnicas e desenhos, entre outras coisas.
Como o pigmento (corpo estranho) é implantado na pele, a reação normal do organismo é tentar expulsá-lo. A mudança de cor que ocorre tem a ver com essa reação mais a interação do pigmento com a melanina do paciente.
Sendo assim, uma boa profissional deve em primeiro lugar saber reconhecer a tonalidade da melanina da cliente e que cor pode ou não utilizar nessa pele, para que a reação natural ao pigmento não altere o resultado final depois de algumas semanas. O mesmo vale para as técnicas a serem utilizadas em cada trabalho e para as agulhas.
Como existem diversos tipos de procedimentos, a profissional deve escolher o mais indicado para cada caso: olhos, sobrancelhas, boca, correções, primeira aplicação ou retoque, relaxamento de cicatriz, etc.
Veja outros procedimentos que garantem uma micropigmentação perfeita:
O desenho: deve ser delicado e natural, considerando o formato do rosto da paciente. O desenho deve ser realizado previamente. A forma de pigmentar: existem várias técnicas de trabalho que podem dar efeitos mais claros, esfumaçados e naturais ou mais escuros, compactos e pesados.
Higiene e esterilização: devido à técnica invasiva e ao possível sangramento, cuidados de assepsia são fundamentais. Todo o equipamento deve ser esterilizável ou descartável. Devem ser usados todos os procedimentos que garantam a segurança da cliente e do profissional e materiais que entram em contato direto com a pele (como agulhas) não podem ser reutilizados jamais.

Indicações 

 
Os pigmentos são hipo-alergênicos, não causando problemas a quem tem alergia a cosméticos, estando indicados nas seguintes situações:
• Pessoas que necessitam trabalhar maquiadas
• Pessoas que têm alergia à maquiagem convencional
• Pessoas que queiram uma maquiagem à prova d'água
• Pessoas que têm dificuldade de acordar cedo (e depois saem se maquiando às pressas)
• Pessoas que queiram ter suas sobrancelhas bem delineadas, já definido o local onde devam pinçar posteriormente
• Pessoas que queiram dar mais expressão aos seus olhos
• Pessoa que queiram ter um contorno perfeito da boca, só necessitando de um brilho para ir a uma festa
• Pessoas submetidas a cirurgia plástica de rosto necessitando reposicionar as sobrancelhas
• Pessoas submetidas a cirurgia plástica de seios necessitando redefinir as aréolas mamárias
• Pessoas com hemangiomas planos, manchas e estrias
• Pessoas com vitiligo
• Pessoas que gastam muito com maquiagem

Contra-indicações

 
Pessoas que apresentam os problemas abaixo não podem fazer a dermopigmentação:
• Hipertensão arterial não controlada
• Diabetes graves não compensada
• Tumores cancerígenos
• Aids / Sida
• Hemofilia
• Leucemia
• Trombose
• Gota
• Cardiopatias
• Epilepsia
• Alcoolismo
• Complicações psicossomáticas
• Depressão ou ansiedade
• Pacientes em tratamento médico ou com cirurgia plástica recente

O que se usam na Micropigmentação?

 
São usadas agulhas e ponteiras descartáveis, tintas elaboradas com alta tecnologia à base de pigmentos minerais e vegetais, sendo facilmente assimilados pela pele.

Quais cuidados se deve ter após a Micropigmentação?

 
Antes que ocorra a cicatrização é contra-indicado o uso de maquiagem sobre a região, que fica sensível aos agentes externos. É importante que se faça a assepsia, lubrificação e não exposição ao sol.

 
Qual a duração da Micropigmentação?

 
De 6 meses a 5 anos dependendo de diversos fatores como:
    Tons de pele;
    Tons de tinta - Quanto mais clara, menor a duração;
    Profundidade - O profissional pode aprofundar menos a  agulha para diminuir a duração;
    Tratamento de clareamento (uso de ácidos);
    Lubrificação;
    Não exposição ao sol.
0

terça-feira, maio 24, 2011


Como surgiu a Micropigmentação

Como surgiu a Micropigmentação

O florescimento da tatuagem se deu especialmente no Japão durante o século XVIII, convertendo-se numa verdadeira arte, é uma extensão da moda corporal para homens e mulheres. Com o desenvolvimento da tatuagem na Ásia, cresceu consideravelmente o número de mulheres que implantavam pigmentos nas linhas dos olhos e sobrancelhas, nascendo assim a micropigmentação, o que comumente se conhece como Maquiagem Definitiva.


Os orientais usavam a maquiagem nos olhos para aumentá-los e dar mais expressividade ao olhar. Quanto às sobrancelhas, existem crenças que afirmam que a sorte e o caráter que cada um tem durante a vida, dependem da forma das sobrancelhas e do ângulo das mesmas.

A maquiagem definitiva foi introduzida na Europa nos anos 80, diretamente do Oriente, mediante a técnica milenar da cana de bambu, resultando num trabalho artesanal doloroso e de difícil execução. A modernização tecnológica simplificou sua aplicação, fazendo a prática florescer significativamente em toda Europa, especialmente na França, Alemanha e Itália.

Nos anos 90 o mercado de Maquiagem Definitiva se profissionalizou e se especializou, principalmente nos Estados Unidos, convertendo-se numa aplicação médico - estética de considerável evolução, inclusive mudando sua nomenclatura para MICROPIGMENTAÇÃO DÉRMICA.

Desfrute de uma maquiagem impecável que realça as características mais favorecidas delas diariamente e a toda hora, e corrigindo esses que não o satisfazem tanto.

Sobrancelhas

A maquiagem definitiva dá às sobrancelhas uma definição compatível à forma e traços do rosto.
As sobrancelhas merecem um cuidade especial pois são elas as maiores responsáveis pela expressão de um rosto.

E apesar do que se imagina a micropigmentação não impede ou prejudica o crescimento de novos pêlos, pelo contrário, o movimento da agulha estimula o crescimento dos pêlos.

A cor a ser aplicada é determinada de acordo com cada pessoa. As bases cinzas para peles quentes e vermelhas para peles frias, alem da cor dos pêlos e sensibilidade do profissional.

Olhos


Com a maquiagem definitiva olhos caídos tornan-se mais expressivos, olhos muito grandes ou rasos diminuem, outros tornan-se amendoados.

As cores mais usadas nessa área são o preto e o marrom. Optando-se por cores azuladas o cuidado deve ser maior.

Boca

Na região da boca a maquiagem definitiva busca dar cor e definição aos lábios, podendo aumentar, diminuir, acertar diferenças entre os lábios inferior e superior e até mesmo rejuvenecê-los.

Quanto aos tons de boca, cabe ao profissional seguir o padrão estético. O que não impede de ser respeitada a opinião ou predileção do cliente.

» OUTROS «

· Pigmentação e camuflagem de cicatrizes

· Linha dos cílios

· Delineador da face

· Correções de mamilo

· Camuflagem de sinal

· Micropigmentação artístico


1

O que é a Micropigmentação ?






O que é a Micropigmentação ?

A Micropigmentação dérmica é um processo de pigmentação da pele em que se pode definir e/ou corrigir traços e formas do rosto ou suavisar imperfeições no corpo. É uma técnica de arte e criação, com um propósito claro: “Embelecer e corrigir" no que nos resultados, tanto clínicos como estéticos são mais rápidos e mais seguros Com a micropigmentação: Não terá mais problemas de alergias. Não terá mais despesas em cosméticos. Não terá mais perdas de tempo para maquiar-se. A micropigmentação, mais conhecida como maquiagem definitiva, faz esse milagre.. Se você acordar atrasada, só deverá lavar o rosto com sabonete e ir para seu trabalho, mesmo assim vai ficar muito bem apresentável, ou bem intensificar sua micropigmentação com maquiagem se o motivo for sua participação numa festa. Não é aquela maquiagem que se imagina, mas sim a intensificação das linhas naturais que compõem a beleza do rosto. A finalidade é a de realçar a beleza natural da pessoa, não substituindo a maquiagem de noite ou de festa. É aquela maquiagem embelezadora, com a qual você pode ir a uma missa de 7º dia, a um batizado ou casamento. Porém, para a sua formatura, apresentar-se a um espetáculo ou ser madrinha de casamento, um maquiador deverá dar um complemento acrescentando volume, brilho e cores. A micropigmentação vem sendo utilizada com sucesso para maquiar os lábios, o contorno da boca, as pálpebras e as sobrancelhas. Também é um recurso eficiente para reparar algumas imperfeições estéticas do rosto e como complemento de cirurgias plásticas, como a redefinição da aréola dos mamilos e a camuflagem de cicatrizes, de hemangiomas e do vitiligo. A Dermopigmentação é realizada com uma caneta vibratória chamada "demógrafo”.

Dermógrafo

O Dermógrafo é o aparelho que faz a dermopigmentação. É uma caneta vibratória que escreve na pele (do grego: Dérma = pele ; Grapheîn = escrever). Parece e é usado como uma caneta de escrever, sendo muito mais delicado que uma máquina de tatuagem. Os pigmentos (tintas) são inoculados pela agulha junto à camada basal da epiderme. A máquina de micropigmentação, de alta precisão, segura, de fácil higienização e com peças esterilizáveis e descartáveis.




0